Parabéns, Mr. Pottz!


Celebrando a vida de Martin Potter.

Mr. Pottz, como ficou conhecido entre os seus pares e nas lides do World Tour, foi um dos grandes responsáveis pelo surf “high-tech”. Ele marcou o mundo do surf por ter redefinido as regras da competição ao introduzir manobras bem power e de alto risco durante os heats, como rasgadas fortíssimas, aéreos e outras rotações (360’s e reverses) que até à altura eram movimentos empreendidos exclusivamente em sessões de free surf.

Pottz celebra hoje 55 anos (28/10/1965).

Esta nova abordagem ao surf, atitude e forma de competir – i.e. um julgamento com base no surf de risco onde a maior pontuação é atribuída às manobras feitas nas zonas mais críticas – acabou por se generalizar com o tempo e acabou por servir de base ao atual julgamento do CT, a divisão máxima do surf profissional a nível global.

Pottz passou a infância em Durban, na África do Sul, e só mais tarde se mudou de armas e bagagens com os seus pais para o Reino Unido. Aos 15 surfou ondas de 20 pés (+ 6 metros) em Pipeline e, inevitavelmente, viria a tornar-se atleta profissional um ano mais tarde. Volvidos oito anos, em 1989, alcançou o primeiro e único título mundial da carreira, feito conseguido após ter competido em 25 eventos e de ter alcançado a vitória em seis campeonatos.

Depois de ter deixado a competição, Martin Potter trabalhou sempre na indústria do surf, mas neste momento faz parte da equipa de comentadores da World Surf League que podemos voltar a ver/escutar a partir do final de novembro com o arranque do Shiseido Maui Pro, primeira etapa feminina do tour 2021 que tem lugar em Maui de 25 de novembro a 6 de dezembro. xxx

Previous No Flat Days
Next O swell da temporada está a chegar