Confirmada a parte final do World Tour


Foi durante a segunda etapa do Championship Tour, em Newcastle, que veio a revelar Italo Ferreira e Carissa Moore como campeões, que a World Surf League fez a revelação das etapas para o resto do ano. 

Foi então nesta inesperada atualização que ficámos a saber, em definitivo, que a prova portuguesa em Peniche saiu da equação e entrou Barra de la Cruz, no México. Passados 15 anos, a América Central volta a fazer parte do World Tour e as mulheres vão surfar em Teahupoo pela primeira vez desde 2006. 

Assim, após a perna australiana, a decorrer neste momento e que conta com quatro eventos, o que se segue é isto: 

Jeep Surf Ranch Pro: Califórnia, EUA

Junho 25 – 27, 2021

Corona Open Mexico presented by Quiksilver: Barra de La Cruz, México

Julho 5 – 15, 2021

Oi Rio Pro presented by Corona: Saquarema, Brasil

Agosto 11 – 16, 2021

Outerknown Tahiti Pro: Teahupo’o, Taiti

Agosto 22 – Setembro 1, 2021

Rip Curl WSL Finals: Lower Trestles, Califórnia,  EUA

Setembro 8 – 17, 2021

Já não é definitivamente um “dream tour”, mas é o circuito possível e podem acreditar que está a acontecer com muito esforço de todos os envolvidos, incluindo atletas, WSL, marcas e entidades governamentais. xxx

Previous Afonso Antunes e Carolina Mendes repetem triunfo na Ericeira
Next Arran, o homem forte