Maria Salgado, a jovem que ambiciona chegar ao CT


Em 2021 a Maria Salgado voltou a dar cartas e a chamar a atenção quando conquistou, pelo terceiro ano consecutivo, o título regional do centro em surf sub-16 feminino e pela primeira vez a categoria sub-18. Mais tarde, no início de setembro, sagrou-se campeã nacional de esperanças em sub-16 feminino. Quisemos saber mais sobre esta miúda de 14 anos que representa a Associação Sealand Santa Cruz e quer chegar longe.


Começamos por pedir que nos faças uma apresentação pessoal. De onde vens e como é o teu dia-a-dia?
O meu nome é Maria Salgado, sou de Lisboa, mas vivo em Santa Cruz há três anos. Faço muito surf, ando de skate e costumo estar com a minha família e amigos.

Depois da conquista de alguns títulos regionais, finalmente um título nacional em surf esperanças conquistado há uns dias atrás. Este era um objetivo pessoal desde quando?
Era um objetivo meu desde sempre, mas este ano foquei-me principalmente nele. Apesar das poucas ondas em Viana, consegui manter o foco e aproveitar da melhor maneira as ondas que me levaram à vitória.

Quais dirias serem os teus pontos fortes?
Os meus pontos fortes passam por ter muita garra, ser persistente, empenho e a força de vontade.

o meu maior objetivo é entrar no circuito mundial e nos jogos olímpicos

Onde vais buscar inspiração?
Quem me inspira diariamente é a minha família, o meu treinador e o meu mentor Ricardinho Toledo. Gosto muito da Teresa [Bonvalot], da Carissa [Moore] e do Filipe Toledo.

O facto de estares a participar na Liga a “full time”, estando presentemente em 10.º lugar no ranking; foi importante na evolução dos últimos tempos?
Sim, foi muito importante, porque me deu mais confiança. E obrigou-me a exigir mais de mim.

Onde te vês daqui a cinco anos? Circuito Mundial é um objetivo?
Vejo-me a competir muito. Sem dúvida, o meu maior objetivo é entrar no circuito mundial e nos jogos olímpicos. xxx


Fotos arquivo pessoal & Tó Mané/SCV
Previous Habemus campeões da WSL
Next Supertubos encerrou a Liga 2021