Surfistas portuguesas marcam o ritmo na Galiza


Teresa Bonvalot & Yolanda Hopkins são os nomes a reter. 

A categoria feminina já foi à água no Abanca Pantín Classic Galicia Pro 2020 – prova que tem lugar até domingo na Galiza – e são as atletas portuguesas quem estão a dar nas vistas e, de certa forma, a ditar o ritmo da competição. 

A campeã nacional em título Yolanda Hopkins, por exemplo, foi dona e senhora de uma performance estelar, alcançando mesmo a onda mais pontuada do dia – 9,00 pontos; enquanto Teresa Bonvalot aproveitou para selar o score mais elevado – 15,77 em 20 pontos possíveis – e a segunda melhor onda do dia – 8,33 pontos. 

Algumas atletas locais, como Janire Etxabarri, Nadia Erostarbe e Ariane Ochoa também sobressaíram, com scores elevados, e continuam em prova. A mesma toada foi dada pela francesas Pauline Ado e Maud le Car, duas das favoritas, que apesar de não terem feito um surf genial mostraram consistência e aquela competência que já lhes é habitual. 

A competição recomeça hoje, muito possivelmente, com as primeiras rondas masculinas a irem para a água, onde se encontram vários portugueses presentes. xxx

Previous Jovens tomam de assalto o “Heat livre” da Liga
Next Nicolau na perfeição de Bali